O recurso 'Cobrança Fácil' do iScholar foi desenvolvido em parceria com o PJ Bank, uma fintech consolidada que hoje movimenta uma quantia considerável em títulos para seus milhares de clientes do Brasil. 

A obrigatoriedade em registrar os títulos emitidos nos bancos, trouxe um aumento considerável na burocracia e nos valores pagos em taxas aos bancos. Se antes a taxa de boleto era paga na liquidação, hoje, depois dessa determinação da Federação Brasileira de Bancos, passou a ser no ato do registro. Sem contar as taxas de cancelamento, alteração, permanência, etc.

Com o objetivo de trazer simplicidade e clareza ao processo, é que foi desenvolvido o 'Cobrança Fácil' do iScholar. Além de não precisar mais realizar diariamente a geração e o envio do arquivo de remessa ao banco e a recepção e processamento do arquivo de retorno, a única taxa que a escola pagará é de R$ 2,98 na liquidação do título, se for liquidado. Os boletos serão registrados no Banco Santander dentro de poucos minutos, o cliente já poderá realizar o pagamento.

Outra vantagem é a facilidade na ativação do recurso. Ao invés do demorado  processo de homologação da sua conta junto ao banco, você vai apenas configurar a conta de repasse e em poucos minutos conseguirá emitir seus boletos. Siga os passos abaixo:

  1. Acesse a opção 'Cobrança Fácil' no menu 'Financeiro';
  2. Na opção 'Gerenciar contas', selecione a conta de repasse que desejar ou cadastre uma nova;
  3. Se clicou em uma opção existente, basta clicar em 'ativar' no botão 'Quero ativar o Cobrança Fácil para esta conta bancária';
  4. Se clicou em 'Nova conta bancária', basta preencher o formulário com as informações solicitadas e clicar em 'Salvar'.

Obs: Lembrando que só é possível cadastrar Contas Jurídicas.

Pronto! A nova opção já estará habilitada quando você estiver gerando as parcelas dos seus alunos.

Você pode gerenciar seus recebimentos em 'Financeiro :: Cobrança Fácil'. Os valores são repassados automaticamente para a conta indicada na configuração em 2 dias úteis (Em horário não definido, mas até o final do expediente bancário) após a liquidação.

Encontrou sua resposta?